Sou como a noite, escuro e sombrio, sou como a chuva, fria e triste.
Muitos dizem que não sou feliz pois tenho medo de ser feliz.
Sou confuso e triste isso eu sei,
gosto de ser tonto e besta ao envés, de ficar no canto calado,
também sou simples não gosto de coisa muito grandes e escandalosas, prefiro as pequenas pois são elas que marcam as vidas das pessoas.

 

" Dias sim, dias não 
Eu vou sobrevivendo sem um arranhão 
Da caridade de quem me detesta “

" Dias sim, dias não
Eu vou sobrevivendo sem um arranhão
Da caridade de quem me detesta “